domingo, 17 de setembro de 2017

Ei, quem é você na fila do pão!

Ei, quem é você na fila do pão! Hum, que ironia ofensiva não é verdade? Nós humanos temos esta mania de levarmos tudo para o emocional, de nos sentirmos pequenos quando alguém tenta nos diminuir ou humilhar diante de um caminho que talvez nem saibam o quanto esta sendo difícil, e deixamos de olhar a dimensão que certas ofensas pode nos levar se atentarmos para quem nos ofende e o seu objetivo.

Quando eu digo que a sua história começa na fila do pão, é pelo simples fato de que quem pergunta quem você é, com certeza esta na mesma fila que você, e claro, atrás e não na frente. Te enxergou de longe, te reconheceu a ponto de questionar a sua identidade, e gritou para os demais escutarem que você é alguém importante, porém no intuito de ofender mas não percebendo que o seu momento auge é aquele.

Quem vigia a sua vida trafega o mesmo caminho que você, só não tem a mesma direção, não sabe o que quer, não consegue sonhar, porque a vida dele esta focada na sua. Aquele que vive de especulação não tem a mesma visão que você, e, talvez até consigam semear suas insatisfações e contaminar alguns corações, mas jamais conseguirão impedir Deus de te tomar pela mão e te colocar aonde ele planejou.

A fila do pão é o primeiro passo de muitos outros, é aonde você tem tempo pra pensar, é aonde você aprende a respeitar a vez do alheio, é o lugar onde você aprende que para ter o seu pão de cada dia você tem que batalhar, e não podemos nos esquecer que aonde tem pão, também tem sonhos não é verdade (risos)?!. Comece a trabalhar certas ofensas como um meio de crescimento, e também uma forma declarada de que realmente as coisas estão dando certo.

Não revide, não indirete, não se permita envenenar, não reaja, avance, você não tem tempo para resolver pendências de gente de vida mal resolvida. Ore por elas, perdoe, e não se atrase por favor. Ocupe-se com o que lhe edifica. E nunca se esqueça, você sempre estará na fila do pão, afinal, quem não gosta de tomar um bom café? Psiu, se nos esbarramos em alguma padaria por ai, me abrace por favor. :)

TEXTO DE: Cecilia Sfalsin
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 20 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

sábado, 16 de setembro de 2017

Sua Vitória começa hoje!

Que tal deixar o amanhã cheio de problemas, para viver um hoje pleno. Viver este momento é abrir caminhos para a transformação do amanhã.

Você é hoje o reflexo do que deseja ver na sua vida amanhã.

Então, quem ficar chorando e se lamentando neste dia abençoado, vai viver um amanhã cheio de olheiras e marcas tristes na face.

Difícil entender as pessoas que reclamam do que "ainda nem viveram".

Sofrem por antecipação, e olha que a mais de 2000 anos um jovem, mais que um profeta, um sábio chamado Jesus já havia deixado uma lição:

"Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que o vestuário?" (Bíblia Mateus 6 vers. 25)

Antes de se afligir tanto com o amanhã, semeie boas sementes hoje! 

Distribua currículos, fale com amigos, observe comerciantes trabalhando, espelhe-se em que anda fazendo sucesso, quem anda conquistando, não se fiando em palavras de gente derrotada.

Seja você agora, o seu futuro!

Seja você agora o que deseja ser amanhã, afinal de contas, o amanhã começou exatamente agora.

Força, fé, perseverança e determinação.

Segredos simples para a sua vitória mais do que certa.

Que assim seja e assim será!

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 19 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

SENTIR

A gente tem que se libertar, se deixar sentir. Não é porque tivemos uma decepção no passado que devemos nos fechar para novos amores. 

Você pensa que não vai valer a pena, que você vai sair machucado outra vez, mas como saberá se nunca tentar? Se nunca se permitir sentir? 

As vezes temos alguém que fica ao nosso lado por meses e meses, demonstrando compaixão, te cuidando e te mostrando que a vida pode ser melhor se você abrir o seu coração e deixar o que é bom entrar. 

E se machucar? Se errar outra vez? Se não der certo? Arquiva como experiência, aprende com os erros e cresce. Mas se dê uma chance. Se deixe sentir. Se deixe ser livre de decepções e arrependimentos. 

Não fique aí só sentada pensando “e se?” Vai em frente e deixe acontecer como tem de ser. A vida é curta demais para deixarmos de fazer o melhor que existe: sentir.

TEXTO DE: Juliana Santos
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 18 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Você tem medo da solidão?

Quando falo sobre o medo quero me referir àquela emoção que se caracteriza por um intenso sentimento provocado pela percepção de um perigo, seja ele real ou imaginário e que geralmente vem acompanhado de uma sensação extremamente desagradável.

Esta é a emoção do medo. Infelizmente, não aprendemos a lidar com nossas emoções da forma como deveríamos, e, como consequência, ao invés de mantê-las sob controle, frequentemente nos deixamos dominar por elas.

Se você parar para observar, vai perceber que é muito comum as pessoas sentirem medo de ficar só. Esta sensação de solidão pode tornar-se insuportável para aqueles que não têm muita prática no autocontrole.

É importante saber que para conseguir eliminar esse medo você terá que experimentar ficar na sua própria companhia observando tudo o que você tem de bom e que lhe é agradável. Este é o primeiro passo.

No entanto, é necessário aprender também que estes serão momentos em que o processo de introspecção fluirá naturalmente e é exatamente para estes instantes que você deve se preparar, sob pena de fugir dele assim que o inevitável encontro consigo mesmo começar a se tornar incômodo ou doloroso.

A introspecção mostrará suas qualidades e também seus maiores temores, esteja certo disso. Mostrará também o seu lado "sombra", que insiste em permanecer na escuridão por temer o confronto com seus próprios contrastes. É para este combate que você deve se preparar, muito mais do que para enfrentar a sua suposta solidão.

Ao mesmo tempo, será preciso abandonar aquele personagem que você criou como forma de autodefesa e proteção.

Ao fazer isso você perceberá que todas as dúvidas, as angústias, as inquietudes e as apreensões que você possui servem como uma excelente bússola que sinaliza para o fato de que a verdadeira percepção acerca de si mesmo continua submersa em suas profundezas.

Quando você consegue desenvolver a coragem necessária para esta jornada de AutoDescoberta e se dispõe a ficar só, você tem a oportunidade de potencializar a compreensão do que e de quem você realmente é.

Da mesma forma, você tem também a possibilidade de identificar qual é a distância que separa as suas partes do seu "todo" e, assim, torna-se capaz de alinhar seu ego e passa a se constituir um ser integral - e integrado. Integrado com a verdadeira compreensão acerca de si mesmo e que se traduz pelo encontro com a sua verdadeira essência. Isto representa vencer o confronto com a sua parte mais obscura e com os seus próprios contrastes e dissemelhanças.

Para tanto, você precisará marcar e comparecer ao encontro mais importante de toda a sua vida: o encontro com você mesmo.

Depois disso, aprenda também a amar-se incondicionalmente e logo você conseguirá desfrutar e curtir a sua própria companhia. E o mais importante: sem medo de ficar só!

TEXTO DE: Luciane da Cunha
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 16 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Salve, Salve o AQUI e o AGORA, porque o depois é consequência!

"Cada dia me oferece uma nova oportunidade. Ontem já terminou. Hoje é o primeiro dia do meu futuro."  - Louise Hay

Estamos diante de uma nova semana, um novo dia que traz INFINITOS motivos, para que nos mantenhamos VIVOS.

O Culto à VIDA, à ALEGRIA, à SAÚDE representa a valorização de SI MESMO e de todo SER vivente. Todos nós passamos por momentos difíceis, muito trevosos, complicados, desesperadores, intensos de dor, infinitos e demorados, justificando a canção: "Tristeza não tem fim, felicidade sim."
Os tempos de trevas e dor fazem parte da nossa VIDA!

Nosso aprendizado com a SUPERAÇÃO, fornece caminhos para a RESILIÊNCIA.

A questão não está no outro, na situação difícil, mas na maneira como enxergamos as dificuldades, no modo como nos posicionamos diante das negativas da vida. Exemplifico: fim de um relacionamento, desemprego, doença.

Por mais doloroso que seja o fim de um relacionamento, falo por experiência, pois sofri diversas perdas: ser trocada por outra; ser traída; não ser amada; mas de todos - o pior - foi o término do meu noivado, porque um Câncer no pulmão pôs fim a sua vida. Exatos 10 meses, após meu pai partir para a eternidade, vítima de um infarto fulminante.

Desemprego? Já sofri muitas vezes, a amargura de ser demitida, a sensação de descartabilidade, de perda de referencial, para cumprir com os compromissos financeiros.

Sofrimento. Dor. Revolta. Desespero. Quem nunca os sentiu? Quem está vivo já teve seus MOMENTOS.

Eles são momentos e passam. A compreensão da dinâmica da vida cicatriza a ferida que a perda nos causa.

Mas, PERDA? Perda do quê? Perda de quem? Não podemos perder nada que nunca tivemos, não é mesmo?

Pessoas, não somos possuidores de ninguém, nem donos da consciência do outro; logo não existem perdas de pessoas.

Elas sentem que não estão felizes ao nosso lado, que elas desejam viver outras experiências com outras pessoas.

Perceba que estamos falando da vida do outro. Devemos cuidar e zelar das nossas próprias vidas.
Como estava nosso relacionamento? Estava agregando valor? Estávamos felizes?

Quando analisamos com Inteligência Emocional, teremos consciência de que nossas respostas sinceras trarão a realidade dolorosa do relacionamento.

Ou seja, o OUTRO foi mais corajoso em finalizar a relação, ele nos permitiu a LIBERDADE de encontrarmos alguém que componha a nossa vida com QUALIDADE, com PARTILHA, com SAÙDE.

A nossa dor mortal pode estar sendo mascarada pelos términos de relacionamento, pelo desemprego, pela morte de alguém.

Esse mascaramento é o nosso mecanismo de defesa. Estamos nos defendendo de nós mesmos. Estamos querendo culpar o outro, pela nossa baixa AUTOESTIMA.

Hoje, como você está?  O que já acabou, finalizou? O que está acontecendo, podemos melhorar, aprimorar. O que viveremos depende de nós AGORA, JÁ.
Vamos lá, curar a nós mesmos, entendendo e aceitando os porquês de sua AutoEstima em baixos níveis atrapalhar a sua vida. A compreensão humilde gera força motriz transformacional.

Procure ajuda profissional, ter alguém com respaldo científico nessa empreitada é sempre bom.
Abraços Curativos da Melcina.

TEXTO DE: Melcina Moura Moreno
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 15 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Resiliência: a essência! - Quem nunca perdeu seu chão na vida que atire a primeira pedra!

Quem nunca perdeu seu chão na vida que atire a primeira pedra!

Quantas vezes a vida é inconstante e incerta?! Eu diria que a todo tempo! Nunca   sabemos o que nos espera a cada curva, a cada dia, ou a cada segundo.

Não sei se o tempo é mais inconstante do que o próprio ser humano, mas qual seria o brilho da vida se não fosse a oportunidade de todas as voltas que o mundo pode dar?

Cada um com a sua parte no universo, sua função, seu lugar, seu espaço. O dia e a noite nascem todos os dias; o sol e a chuva. Tudo se complementa, o ar que  respiro, preciso da árvore que brota, a água que bebo, preciso, do céu em chuvas.

Tudo e todos tentando ser fortes, viver e sobreviver a cada canto do mundo e, muitas vezes, florescer exige passar por todas as estações.

A grandes conquistas são acompanhadas de muitos nãos, erros, dúvidas, obstáculos e superações que nos transformam e nos fazem caminhar para o amadurecimento o autoconhecimento, tirando as escamas do que nos deixa cegos.

A necessidade de aprovações nos torna reféns, construindo uma cadeia de hipocrisias, cheias de máscaras para atuar e impressionar, oferecendo aquilo que as pessoas gostariam que você fosse, e não quem realmente é, perdendo assim o som do  coração que já deixou de bater há muito tempo pelo seus próprios sonhos, ideais, e a vida.

Resiliência é uma forma mais autêntica de resistir às pressões, aos medos, decepções, aos julgamentos de tudo que não faça você transbordar de si mesmo.

A prisão está em nossa própria mente, ela é muito mais do que física, mesmo que os ventos estejam contrários àquilo que você quer,  o caminho que está seguindo é o atalho para suas vitórias, para o seu despertar.

As pessoas altamente resilientes acreditam em si mesmas, e com seus machucados retalharam o  coração com grandes experiências, e usam disso como seu maior escudo de que na vida a escuridão nunca se sobressai perante a luz, e ela chega a todo amanhecer.

Fechamos os olhos perante a noite para enxergar a luz do nosso coração. Nunca faça escolhas ao que corte suas asas para voar.

Como disse Rubem Alves "Sem tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em lugares onde desfilam egos inflados. Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte."

Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: "As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos". Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa."

Agarre seus valores, cuide do que é valioso para você, mantenha coragem , transborde, aceite, entregue e confie , mantenha a fé como amor e viva intensamente, nada além.

Queira a felicidade que salta aos olhos!

TEXTO DE: Nataly Andrade
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 14 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Quando as coisas não vão bem.

Muitas vezes quando as coisas não vão bem, quando parece que tudo saiu dos trilhos, quando parece que tudo deu para trás, a melhor coisa é se aquietar e esperar os ventos ruins mudarem o seu curso.

Tendemos, nestes momentos, afobados, a querer fazer mais alguma coisa, mas já estamos nos sentindo para baixo, completamente down, o melhor então é não fazer nada.

Tudo que fizermos estará carregado de uma energia não muito boa e, sendo assim, não obteremos sucesso. Se conseguirmos mudar esta energia, perfeito! Mas, muitas vezes, isso é difícil, pois o que precisa acontecer para essa energia melhorar é exatamente aquietar  e esperar.

Nessas horas o melhor a fazer é ficarmos com nós mesmos, tentando recuperar nosso equilíbrio interior. É importante conseguir entrar no vácuo e nos deixar levar, porque é neste vácuo que reside tudo, é nele onde residem as infinitas possibilidades, para podermos, então, embarcar na onda de uma possibilidade infinitamente melhor e transformá-la em realidade.

Pois tudo pode acontecer do dia para noite, tudo pode mudar da água para o vinho. Mas enquanto estivermos mergulhados no olho do furacão, não conseguiremos operar esta mágica e continuaremos rodando com ele, sem conseguirmos fazer nada.

O pulo do gato é saltar para fora do furacão e deixá-lo girar sozinho. É se desligar dos problemas mesmo! Se você se identifica com o problema, além do seu estado de ânimo piorar, fica muito mais difícil resolvê-lo. Não é fingir que as dificuldades não existem, mas é não valorizá-las além da conta. Com certeza, você já fez o que precisava fazer. Se há mais para fazer, não é este o momento.

Um exemplo: você precisa urgentemente de um trabalho. Está desesperado, desempregado ou com pouco dinheiro e precisa aumentar a sua renda. Num dia específico, ou em uma semana, você se vê angustiado com a situação, mergulhado no problema, sentindo-se mal por conta disto.

Não adianta ir atrás do emprego neste período, mandar currículos, enfim, empreender todas as ações necessárias para consegui-lo. Você não vai conseguir nada, pois está com a energia péssima.

Você precisa procurar o emprego quando tiver soltado o problema, quando não  supervalorizá-lo. Mergulhe no vácuo e mude a sua vibração. Quando você estiver se sentindo melhor, você retorna às suas ações, pois estará mais tranquilo, mais confiante e com uma energia bem melhor. 

Na maioria das vezes as coisas precisam de tempo para acontecer, e esse tempo vai ser mais rápido de acordo com a sua mudança de energia e vibração. Mergulhe no vazio, espere serenamente, curta o seu ser - ou o não fazer nada - não se desespere.

Quando não estamos bem a melhor coisa é fazermos o que nos relaxa e nos dá prazer, nem que seja preciso o dia inteiro sentado no sofá da sua sala contemplando a montanha em frente a sua janela.

A mudança de energia está dentro de nós e não fora. Não se cobre, não se culpe, apenas se distancie e contemple a vida.

Provavelmente você vai perceber que a mágica está em cada canto, em cada segundo, e você será capaz de fazer mágica, sem fazer nada.

TEXTO DE: Anna Leão
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 13 de Setembro de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.