quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Uma Única Entrada

"Respondeu-lhe Jesus:
Eu sou o caminho...
ninguém vem ao Pai,
senão por mim"
(João 14:6).

Dizem que a antiga cidade
de Tróia tinha uma
única entrada e
que todos os viajantes,
vindo de qualquer direção,
não podiam entrar exceto
por aquela única porta.

Semelhantemente,
só existe uma entrada para
chegarmos à presença de Deus,
e esta porta é Jesus Cristo.

Que entrada temos procurado
para alcançar a presença de nosso Pai,
onde, temos certeza,
encontraremos as bênçãos que
tanto buscamos
para alcançar a felicidade,
a salvação e a vida eterna?
Estamos correndo atrás das
portas indicadas pelos amigos,
das oferecidas em anúncios
brilhantes e convidativos,
das que estão de acordo
com nossos interesses
pessoais ou estamos cientes
de que não há outro caminho ou
porta de entrada a não ser o nosso
Senhor e Salvador Jesus Cristo?

Não adianta procurarmos
atalhos que nos levem mais
rapidamente aos sonhos almejados
e nem ao manancial de
bênçãos que tanto ansiamos
para que as nossas lutas se
transformem em refrigério,
os nossos fracassos se convertam
em grandes conquistas e as
nossas tristezas sejam
substituídas por uma vida
abundante e eterna.

Nenhum deles
nos ajudará e,
ao enveredarmos por
esses caminhos alternativos,
acabaremos mais perdidos
e desesperançados do
que antes.

Quando temos Jesus no coração,
a porta de entrada está
sempre à nossa frente.

Podemos ser pobres,
morando em casas humildes,
ou ricos,
habitando em belas mansões,
que, de igual modo,
teremos livre acesso à presença
de Deus que nos
dispensará todo amor que tem
para com Seus filhos amados.

Se você já tem a porta
de entrada aberta,
através de Cristo,
tem também a alegria
e a felicidade que durarão
para sempre.

FONTE: http://igogutemberg.blogspot.com/2009_08_01_archive.html
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 31 de Janeiro de 2.015.

De cabeça erguida

O que cai sobre nossa cabeça, 
toma conta do nosso corpo e o abala. 
Os danos morais e existenciais brisam 
nossa alma, 
o que reflete num comportamento 
onde a estima pode ficar 
esmagada de forma tal que torna-se 
difícil se reerguer.
 
Olhamos, provavelmente, 
demais à nossa volta, 
esmiuçamos os nossos problemas 
como se eles fossem a coisa mais 
importante da nossa vida. 
Deixamos de lado 
o essencial e nos quedamos em tristezas. 
Horas e horas são perdidas, 
a vida vai ficando pra trás.
 
Passamos a andar de cabeça baixa, 
a olhar menos as pessoas, 
nossos ombros pesam como se o mundo 
inteiro estivesse sobre eles. 
Queremos com todas as nossas forças 
sair da situação, 
mas nada fazemos que mostre 
um pequeno esforço.
 
As pessoas não resolvem seus problemas 
caminhando e olhando para o chão. 
A vida exige de nós muito mais que querer, 
desejar ou sonhar. 
Corpos abandonados aos problemas 
enfraquecem a alma e a vontade.
 
Somente uma mudança radical no 
comportamento pode conduzir ao sucesso, 
à superação daquilo que nos 
destrói pouco a pouco. 
Ter fé é muito mais que acreditar 
no que não se vê, 
é erguer a cabeça e os ombros e ver 
o que está além, 
que nem todos alcançam.
 
É ter problemas e saber que se pode vencê-los, 
é não se deixar desanimar por coisas que, 
mesmo se nos ferem, não devem nos destruir.
 
Olhos erguidos alcançam o horizonte 
e também as estrelas. 
Se queremos ser felizes, 
que sejamos primeiro nas nossas atitudes. 
Devemos ser os primeiros a acreditar 
que alguma coisa melhor está por vir 
e aproveitar dessa crença 
para nutrir-nos de força e felicidade.
 
As soluções para os nossos problemas 
nem sempre vêm prontas. 
Com a vista no depois e a alma erguida 
para o Alto já fica bem mais fácil ter uma 
visão das vitórias 
que com amor Deus nos prometeu.
 
Desejo a cada um de vocês a resistência 
dos fortes, 
a força dos anjos e a perseverança 
dos que acreditam 
que todas as coisas podem ser 
vencidas em Cristo que fortalece 
a cada um de nós.
 
Que Deus os cubra de bênçãos infindas!
 
TEXTO DE: Letícia Thompson
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 30 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

LIÇÃO DE RAMESH

Certa vez,
perguntei para o Ramesh,
um de meus mestres na Índia:

- Porque existem pessoas que
saem facilmente dos problemas
mais complicados,
enquanto outras sofrem por
problemas muito pequenos,
morrem afogados num
copo de água?

Ele simplesmente sorriu
e me contou uma história.

Era um sujeito que viveu
amorosamente toda a sua vida.
Quando morreu,
todo mundo lhe falou
para ir ao céu,
um homem tão bondoso
quanto ele somente poderia
ir para o Paraíso.
Ir para o céu não era tão
importante para aquele homem,
mas mesmo assim ele foi até lá.

Naquela época,
o céu não havia ainda passado
por um programa de qualidade total.
A recepção não funcionava muito bem.
A moça que o recebeu deu uma
olhada rápida nas fichas
em cima do balcão e,
como não viu o nome dele na lista,
lhe orientou para ir ao Inferno.

E o Inferno você sabe como é.
Ninguém exige crachá nem convite,
qualquer um que chega é convidado a entrar.
O sujeito entrou lá e foi ficando.
Alguns dias depois,
Lúcifer chegou furioso às
portas do Paraíso para tomar
satisfações com São Pedro:

- Você é um canalha.
Nunca imaginei que fosse capaz
de um baixaria como essa.
Isso que você está fazendo
é puro terrorismo!

Sem saber o motivo de tanta raiva,
São Pedro perguntou,
surpreso,
do que se tratava.
O demônio,
transtornado, desabafou:

- Você mandou aquele sujeito
para o Inferno e ele está
fazendo a maior bagunça por lá.
Ele chegou escutando as pessoas,
 olhando-as nos olhos,
conversando com elas.
Agora está todo mundo dialogando,
se abraçando, se beijando.
O inferno está insuportável,
parece um Paraíso!

E fez um apelo:

- Pedro, por favor,
pegue aquele sujeito
e traga-o para cá!

Quando Ramesh terminou
de contar essa história olhou-me
carinhosamente e disse:

- Roberto,
viva com tanto amor no
coração que se, por engano,
você for parar no Inferno
o próprio demônio lhe traga
de volta ao Paraíso.

Problemas fazem
parte de nossa vida,
porém não deixe que eles o
transformem numa pessoa amargurada.
Muitas vezes,
a vida nos prega peças
terríveis e nos obriga a procurar
significados para as tragédias.
A pessoa especial aparece
quando se mostra mais forte
e superior que as adversidades
impostas pelo destino.

As dificuldades e provações
vão estar sempre se sucedendo e,
às vezes,
você não terá escolha.
Sua vida está sensacional
e de repente você pode descobrir
que sua mãe está com câncer;
que a política econômica
do governo mudou,
e que infinitas possibilidades
de encrencas aparecem.

Você pode não escolher as crises,
mas pode escolher a maneira
como enfrentá-las.
E, no final,
quando os problemas forem resolvidos,
mais do que sentir orgulho
por ter encontrado as soluções,
você terá orgulho de si mesmo.

TEXTO DE: Roberto Shinyashiki
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 29 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O PONTO NEGRO

Certo dia,
um professor chegou na
sala de aula e disse aos alunos
para se prepararem para
uma prova-relâmpago.
Todos acertaram suas filas,
aguardando assustados o
teste que viria.

O professor foi entregando,
então,
a folha da prova com a
parte do texto virada para baixo,
como era de costume.
Depois que todos receberam,
pediu que desvirassem a folha.

Para surpresa de todos,
não havia uma só pergunta ou texto,
apenas um ponto negro,
no meio da folha.

O professor,
analisando a expressão de
surpresa que todos faziam,
disse o seguinte:
- Agora,
vocês vão escrever um texto
sobre o que estão vendo.

Todos os alunos, confusos,
começaram, então,
a difícil e inexplicável tarefa.
Terminado o tempo,
o mestre recolheu as folhas,
colocou-se na frente da
turma e começou a ler as
redações em voz alta.

Todas, sem exceção,
 definiram o ponto negro,
tentando dar explicações por
sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura,
a sala em silêncio,
o professor então
começou a explicar:
- Esse teste não será para nota,
apenas serve de lição
para todos nós.
Ninguém na sala falou sobre
a folha em branco.

Todos centralizaram suas
atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossas vidas.
Temos uma folha em branco
inteira para observar e aproveitar,
mas sempre nos
centralizamos nos pontos negros.

A vida é um presente
da natureza
dado a cada um de nós,
com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos para
comemorar sempre!

A natureza que se renova,
os amigos que se fazem presentes,
o emprego que nos dá o sustento,
os milagres que
diariamente presenciamos.
No entanto,
insistimos em olhar
apenas para o ponto negro!

O problema de saúde
que nos preocupa,
a falta de dinheiro,
o relacionamento difícil
com um familiar,
a decepção com um amigo.
Os pontos negros são
mínimos em comparação
com tudo aquilo
que temos diariamente,
mas são eles que povoam
nossa mente.

Pense nisso!

Tire os olhos dos
pontos negros de
 sua vida.
Aproveite cada bênção,
cada momento que o
Criador te dá.
Tranquilize-se e seja …
FELIZ!

E que a cada início de semana,
você tenha NOVA FOLHA EM BRANCO,
para que possamos escrever
a nossa história sem
pontos negros!!!

TEXTO DE: Procura-se autor
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagemdedomingo@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 28 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Antes Que Adormeças!

Antes que Adormeças...
observa a página
que escreveste neste dia!

Repara se não esqueceste de registrar
as pequenas alegrias, os sorrisos,
os sinais de carinho,
os gestos de amizade...
As discretas ternuras que se escondem
em singelos favores que nos fazem.

Observa também
se desenhaste as flores
que enfeitaram esse dia...
Mesmo aquelas que floresceram
anônimas e solitárias
na beira das calçadas...

Se coloriste o céu
com o anil mais delicado...
Ou então se registraste a chuva
como uma teia de cristais
pendurada nas árvores,
grudada nas vidraças...

Por certo hás de lembrar
da lua que surgiu bem cedo,
ansiosa por despertar
rubores no horizonte...
E também tingiste a noite
com seus véus escuros,
pontilhando-a de estrelas
cintilantes...

Antes que adormeças,
enfeita a página deste dia
com o brilho da tua presença...
Porque mesmo que não
tenhas lembrado ainda,
tu és a parte mais
importante deste livro
que escreves a cada
dia que passa!

Pois são teus gestos,
teus sorrisos, tuas lágrimas
e as tuas palavras
que compõem
- com os teus sentimentos -
a história da tua vida.

Antes que adormeças,
prepara as tintas da esperança
e pinta com capricho
a luz de um novo dia!
Acredite!

TEXTO DE: Procura-se autor
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagemdedomingo@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 26 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

SOBRE MIM

Já escondi um AMOR com
medo de perdê-lo,
já perdi um AMOR por
escondê-lo.

Já segurei nas mãos
de alguém por medo,
já tive tanto medo,
ao ponto de nem sentir
minhas mãos.

Já expulsei pessoas que
amava de minha vida,
já me arrependi por isso.

Já passei noites chorando
até pegar no sono,
já fui dormir tão feliz,
ao ponto de nem conseguir
fechar os olhos.

Já acreditei
em amores perfeitos,
já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que
me decepcionaram,
já decepcionei pessoas
que me amaram.

Já passei horas na frente
do espelho tentando
descobrir quem sou,
já tive tanta certeza de mim,
ao ponto de querer sumir.

Já menti e me arrependi depois,
já falei a verdade e também
me arrependi.
Já fingi não dar importância
às pessoas que amava,
para mais tarde chorar
quieta em meu canto.

Já sorri chorando
lágrimas de tristeza,
já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que
não valiam a pena,
já deixei de acreditar nas que
realmente valiam.

Já tive crise de
riso quando não podia.
Já quebrei pratos,
copos e vasos,
de raiva.

Já senti muita falta
de alguém,
mas nunca lhe disse.
Já gritei
quando deveria calar,
já calei quando deveria
gritar.

Muitas vezes deixei
de falar o que penso para
agradar uns,
outras vezes falei o que
não pensava
para magoar outros.

Já fingi ser o que não
sou para agradar uns,
já fingi ser o que não sou
para desagradar outros.

Já contei piadas
e mais piadas sem graça,
apenas para
ver um amigo feliz.

Já inventei histórias
com final feliz para dar
esperança a quem
precisava.
Já sonhei demais,
ao ponto de confundir
com a realidade...

Já tive medo do escuro,
hoje no escuro "me acho,
me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes
achando que não iria
me reerguer,
já me reergui inúmeras
vezes achando que
não cairia mais.

Já liguei para quem não
queria apenas para não
ligar para
quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro,
por ele levar embora,
quem eu amava.

Já chamei pela mamãe
no meio da noite fugindo
de um pesadelo.
Mas ela não apareceu e foi
um pesadelo maior ainda.

Já chamei pessoas
próximas de "amigo" e descobri
que não eram...
Algumas pessoas nunca
precisei chamar de nada
e sempre foram e serão
especiais para mim.

Não me deem fórmulas certas,
porque eu não espero
acertar sempre.
Não me mostre o que
esperam de mim,
porque vou seguir
meu coração!

Não me façam ser o
que não sou,
não me convidem
a ser igual,
porque sinceramente
sou diferente!

Não sei amar pela metade,
não sei viver de mentiras,
não sei voar com os
pés no chão.

Sou sempre eu mesma,
mas com certeza não serei
a mesma pra SEMPRE!
Gosto dos venenos mais lentos,
das bebidas mais amargas,
das drogas mais poderosas,
das ideias mais insanas,
dos pensamentos mais complexos,
dos sentimentos mais fortes.

Tenho um apetite voraz e
os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar
de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? EU ADORO VOAR!

TEXTO DE: Procura-se autor
Fineza nos informar através do e-mail:
mensagemdedomingo@toninholima.com.br
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 25 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Amor é poesia

Mais que a dor da perda,
existe a incerteza,
aquela dúvida quanto ao futuro,
será de dor?
Será que somos capazes de viver
mais uma vez o amor?
Sim!

Nós somos capazes de viver
o amor várias vezes,
experimentá-lo
em diversas gradações,
como no amor filial,
no amor familiar,
no amor ao nosso animalzinho
de estimação.
que pode ser um gatinho,
ou um elefante,
que importa o tamanho?

O que conta é a sua
capacidade de “entregar-se”,
e é na entrega que o
amor faz diferença.
A entrega,
não é a submissão aos
caprichos do outro,
nem alienar-se,
virar um zumbi sem vontade,
nem viver a vida da
pessoa amada,
mas a capacidade de
amar sem medidas.

Ser nos momentos felizes,
a própria felicidade,
compartilhar,
e nas dificuldades,
ser o ponto de apoio,
compactuar.

Aquela pessoa que só no olhar,
acalma,
já transmite a segurança,
se precisar,
segura na nossa mão,
como criança.
Amor é entrega sim!

Amor cheio de regras não é amor,
é contrato.
Amor cheio de pontos
negativos não é amor,
é bateria velha.
Amor cheio
de conselhos não é amor,
é uma reunião.
Amor cheio de melindres e
“não me toques”,
não é amor,
é uma consulta de analista.

Amor sem respeito
também não é amor,
pois antes de mais nada,
o amor se respeita,
se admira, se vale de cada
sílaba para forma um verso,
e esse verso,
é a união do “eu + você”,
compondo uma rima,
e se quer definir,
o amor é isso:
o amor é poesia!

Eu acredito em você

TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke
* * * * *
Texto lido no programa
"Madrugada Viva Liberdade FM"
no quadro
"Momento de Reflexão"
no dia 24 de Janeiro de 2.015.
* * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links
de propagandas
deste blog você ajuda a
Campanha Natal Solidário
que promovemos ha 20 anos.