quinta-feira, 13 de julho de 2017

Não desista de você!

Dias difíceis, quem nunca passou por eles? Provações, quem nunca experimentou suas amargas questões?

Todos nós, temos que enfrentar as dificuldades da vida, cheias de obstáculos, desafios, e incógnitas que devemos decifrar, para saber o que realmente a vida espera de nós.

O que ela quer, provavelmente, é que sejamos fortes e perseverantes, para que assim possamos resistir cada prova de fogo. E saber lidar com as mais diversas circunstâncias, e assim contornar cada barreira.

É sempre uma fácil tarefa? Não. Mas, algumas são um pouco mais fáceis, outras estão no nível “hard” super difíceis mesmo. O que na certa fará você acreditar que seja impossível. Mas vale lembrar que não há questões impossíveis para nós humanos, pois, se nossos problemas são de natureza humana, o provável é que o impossível seja inacessível. Os nossos problemas são difíceis, mas não impossíveis para se resolver.

Porém, há algo que eu tenho que lembrar: “ Você provavelmente estará sozinho, pois ninguém vai ajudá-lo a carregar sua cruz “ Mas isso vai depender da qualidade de amigos que você tem, isso mesmo, qualidade, esqueça a quantidade! Pois são nesses momentos que você realmente percebe que apenas conhece muitas pessoas.

Acostume-se com o fato de que muitos o verão afogar-se, e nenhum vai lhe jogar uma boia, nem que seja uma corda, um galho seco para estender e salvar. Não espere o socorro de ninguém, use sua força, mais provavelmente a força da coragem e determinação, para aprender a nadar. 

Também não espere que enquanto você estiver em queda livre, alguém possa ampará-lo, você vai 
cair, e só você mesmo vai se levantar.

Estou sendo pessimista em relação às amizades? Talvez sim, até porque esse caso não se aplica a todos, ainda há muitas amizades verdadeiras por aí, muitos ainda se importam, sempre há um ombro amigo e disponível; assim como também, alguns ouvidos atentos para emprestar as suas lamúrias e abraços confortantes, palavras carinhosas de encorajamento, pessoas que se importam e querem que você saiba que elas estão ali, prontas para ajudar a resolver alguns desafios com você.

Mas, nem sempre será assim, ouso dizer que, o que descrevi agora, são exceção. Pois, há muitos amigos na alegria, para desfrutar da mansidão da vida e aproveitar a brisa, sob a sombra. Mas ai de você quando estiver em tempos ruins, quando o céu escurecer, as águas se agitarem, e a vida colocá-lo de vez em plena tempestade, mais precisamente, no olho do furacão.

Esses amigos somem, esquecem seu nome, respondem suas mensagens com respostas curtas e secas, com um básico “ sim ou não “. E, de repente, você se torna um leproso da Galileia. É quando mais do que nunca, você não deve e nem pode desistir de você.

É duro não encontrar apoio e ter que caminhar sozinho, é doloroso não achar um descanso de um auxilio amigo, mas é preciso continuar seguindo em frente.

Na hora do sufoco, é só você por você mesmo. E aí, você vai se abandonar agora? Vai desistir de tudo, jogar a toalha e dar-se por vencido?

Não se enterre em vida. Lembre-se que você ainda tem 2 pés para atravessar o caminho, e cruzar abismos, mesmo sozinho. Quantos grandes vencedores do esporte, da música, do show business, empreendedores, deram a volta por cima, em um momento em que ninguém mais dava nada por eles – e esses exemplos são muitos, todos nós conhecemos algum. Agora, você imagine se essas pessoas tivessem desistido por falta de apoio, compreensão, ajuda, amizades.

Só você poderá vencer por si mesmo, não espere nada dos outros, espere e confie em sua determinação!

Mesmo que lhe falte forças para continuar, continue andando, mesmo que rastejando, mas não pare, ande o quanto puder, faça uma pausa e respire para recuperar o fôlego, mas continue seguindo em frente. Não dê atenção às chacotas, faça-se de desentendido a elas, ignore os deboches, perdoe os 
ingratos, mas continue sua jornada, pois o acreditar fará você alcançar. É difícil quando estamos desvalidos até para nossos pais, mas o essencial é que você ainda signifique algo para si próprio. O que não podemos perder, de jeito nenhum, é a confiança em nós mesmo.

Não importa quantos dias essa tempestade insista em ficar, porque em determinado momento, ela enfraquece e para de chover, o céu se abre, o pássaros cantam e o arco-íris resplandece.

É preciso existir noite para haver dia, até as trevas antecederam a criação da luz. Esse temporal vai passar e o que a vida quer, é a sua aposta em si mesmo, pois nada é para sempre, nem mesmo nossos problemas. Se tudo tem um fim, a sua provação também será finalizada.

Se não há prolongamento infinito dos dias ruins, é porque os bons também precisam chegar.

TEXTO DE: Alfreda Veríssimo 
* * * * * * * * * * * * * * *
Texto lido no programa "Madrugada Viva Liberdade FM" no quadro "Momento de Reflexão" no dia 15 de Julho de 2.017.
* * * * * * * * * * * * * * *
AJUDE-NOS A AJUDAR
Só de clicar nos links de propagandas deste blog você ajuda a Campanha Natal Solidário que promovemos há 23 anos.

Nenhum comentário: